Arquivo Mensal: setembro 2016

Luís Fernando recebe o apoio de Flávio Dino em grande comício de encerramento

foto-1_eudes_flavio_dino_lf

O candidato a prefeito da coligação “Aliança Democrática Ribamarense”, Luis Fernando Silva (PSDB), realizou na noite desta quinta-feira, dia 29, o último comício de sua campanha eleitoral em São José de Ribamar. Além da presença de cerca de 7 mil pessoas, em apoio ao tucano e ao vice, Eudes Sampaio, o evento contou com a presença do governador Fávio Dino (PCdoB).

O comunista aproveitou para agradecer pelos votos que teve em São José de Ribamar em 2014, reafirmou o compromisso de trabalhar ainda mais pela cidade a partir do próximo ano e pontuou o nome de Luis Fernando como o ideal para administrar o município.

“Por tudo que ele já fez e por tudo que ele pretende fazer, Luis Fernando é o nome certo para administrar São José de Ribamar. Tenham a certeza de que a partir de Janeiro de 2017 o Governo do Estado e o Município estarão juntos trabalhando em favor da população”, declarou Flávio Dino em seu discurso.

foto-2_publico-no-ultimo-comicio-de-luis-fernando

Ele disse que a gestão estadual tem muitos planos em favor dos ribamarenses e destacou que dará total apoio, também, a uma das bandeiras levantadas por Luis Fernando que é o da metropolização. “Os quatro prefeitos e o governo do estado precisam trabalhar juntos em favor de todos”, afirmou.

Luis Fernando agradeceu pela presença e pela declaração de apoio de Flávio Dino e reafirmou seu compromisso de reconstruir a cidade e fazer uma administração ainda mais profícua. “O governo estadual será uma força importante nesse processo para mostrar para o Maranhão e para o Brasil que esta cidade vai voltar a ter desenvolvimento e pode ser muito melhor”, garantiu.

O tucano também agradeceu pelo carinho que recebeu da população, durante toda a campanha, e pela parceria dos mais de 130 candidatos a vereador das coligações que defendem o nome de Luis Fernando e Eudes Sampaio. Fizemos uma campanha limpa, propositiva e conversando com as pessoas. Fui recebido com muito carinho e respeito pelo povo e pelos candidatos que me acompanharam. E tudo isso será retribuído com muito trabalho nos próximos quatro anos”, assegurou o candidato.

0

Segurança: São Luís e São José de Ribamar terão apoio da Força Nacional

Resultado de imagem para imagens de soldados da força nacional em são luis

O TSE decidiu, nesta quinta-feira (30),  autorizar o envio de mais Tropas Federais para outros sete municípios do Maranhão, após ter o entendimento que São Luís e São José de Ribamar não precisariam.

Com a determinação do TSE, 52 municípios maranhenses receberão força federal. Nestas eleições já temos um recorde para o reforço da segurança pública no Estado, pois teremos o dobro do que foi disponibilizado nas últimas eleições – 2014.

São Luís, Paço do Lumiar, Raposa, São José de Ribamar, Vitorino Freire, São Domingos do Maranhão terão reforço nacional.

 Essas cidades, já haviam sido confirmado mais força policial: Amarante do Maranhão, Araioses, Água Doce do Maranhão, Arame, Bacuri, Barra do Corda, Benedito Leite, Bequimão, Bom Lugar, Buriti, Buriticupu, Bom Jesus das Selvas, Cajari, Carolina, Codó, Coelho Neto, Coroatá, Cururupu, Dom Pedro, Fernando Falcão, Guimarães, Lago da Pedra, Matinha, Olinda Nova do Maranhão, Mirador, Sucupira do Norte, Passagem Franca, Buriti Bravo, Penalva, Pinheiro, Pedro do Rosário, Presidente Sarney, Santa Helena, Turilândia, Santa Luzia, Santa Luzia do Paruá, Santa Rita, São Raimundo das Mangabeiras, Sambaíba, São Vicente Férrer, Tuntum, Tutóia, São Mateus, Monção e Chapadinha.

 

0

PM identifica 40 detentos como mandantes de ataques e SSP solicita transferência federal

 O objetivo é realizar um “pente fino”, em busca de possíveis armas, drogas e celulares. (Foto: Divulgação)

A polícia identificou 40 detentos que já cumprem pena no sistema prisional envolvidos com os ataques a ônibus e escolas da capital, na noite de quinta-feira (29). O grupo foi autuado por crimes de organização criminosa, incêndio a coletivos e a órgãos públicos. Os detentos já respondem a processo por assaltos a mão armada, tráfico de drogas, formação de quadrilha, latrocínios – que é o roubo seguido de morte – e homicídio. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-MA) solicitou à Justiça a transferência de todos eles para presídios federais.

“São criminosos de alta periculosidade, que cumprem pena por crimes gravíssimos. A única medida é retirá-los do cenário para que não continuem incentivando estes atos, e, assim, impedir que sejam cometidos mais crimes”, ressaltou o titular da Superintendência Especial de Investigação Criminal (Seic), Tiago Bardal. Desde os atentados a polícia já capturou 24 pessoas, sendo 12 adolescentes que foram encaminhados à internação no Centro de Juventude Canaã, no Vinhais. Os demais estão na Seic, onde serão interrogados, autuados e enviados ao Complexo de Pedrinhas.

 O objetivo é realizar um “pente fino”, em busca de possíveis armas, drogas e celulares. (Foto: Divulgação)Para evitar a movimentação dos criminosos, as Polícias Militar e Civil realizaram, na manhã desta sexta-feira (30), operação ostensiva em todos os presídios do sistema penitenciário. Um total de 700 policiais ocupou as detenções para cumprir revistas minuciosas e abordagens à procura de celulares, armas e drogas. “É uma ação ‘pente fino’ para fechar o cerco contra esses criminosos e mostrar que a Segurança não vai deixar que eles instaurem o clima de medo na cidade”, enfatizou Bardal. Deste efetivo, 450 são agentes de segurança prisional da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), 150 são da Polícia Militar e 100 são da Polícia Civil.

Operação Eleição

Reforçando esse trabalho ostensivo, tropas federais serão enviadas para o Maranhão, a pedido do governador, para juntar-se aos 7.500 homens que atuarão nos próximos dias para impedir que facções criminosas tentem tumultuar as eleições. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) orienta que os cidadãos repassem informações que ajudem a polícia no combate ao crime por meio do número do aplicativo Whatsapp (98) 9.9163.4899 e pelo aplicativo “Byzu”, compatível com todos os sistemas operacionais.

0

Mais incêndios são registrados na região metropolitana de São Luís

tambau

A cidade de São Luís, desde terça-feira (27), tem sofrido vários ataques de verdadeiros terroristas, é assim que tem, que ser considerado, esses criminosos que estão espalhando medo e terror não só região metropolitana, mas também em outras cidades do interior do Estado.

Hoje, já aconteceu incêndio no Tambaú, em Paço do Lumiar. E também pela manhã, um carro de uma terceirizada da CEMAR, foi tomado dos trabalhadores, e os bandidos atearam fogo – só sobrou a carcaça.

0

Empresa denuncia tentativa de invasão em São Luís

Resultado de imagem para foto de ameaçaO Blog do Juraci Filho recebeu uma denúncia da empresa Lupasa Gestão Pública, localizada no bairro Monte Castelo, em São Luís, sobre uma tentativa de invasão que teria acontecido na tarde de ontem (29).

Segundo o denunciante informou, através do e-mail do Blog, o diretor da Lupasa, César Maia, foi ameaçado por “jagunços”,e o motivo seria um série de documentos que estariam na sede da firma. E esses documentos, poderiam ser utilizados nessa reta final de campanha eleitoral na cidade de Mirinzal.

“ACONTECEU AGORA A POUCO NA SEDE DA LUPASA GESTÃO PUBLICA, QUE FICA LOCALIZADA NO BAIRRO DO MONTE CASTELO, EM SÃO LUIS, UMA TENTATIVA DE INVASÃO, SEGUIDA DE AMEAÇAS DE MORTE AO DIRETOR DAQUELA EMPRESA, O SENHOR CESAR MAIA, PRATICADA POR HOMENS ENVIADOS PELO PREFEITO AMAURY DA CIDADE DE MIRINZAL. OS JAGUNÇOS, EM NUMERO DE 08, ESTAVAM DISTRIBUÍDOS EM 2 CARROS TIPO CAMINHONETE. ESTES TENTAVAM RETIRAR A FORÇA DAQUELE ESCRITÓRIO, DOCUMENTOS QUE COMPROMETESSEM O EX-PREFEITO BRASIL, PARA UTILIZAREM NA CAMPANHA. AO PERCEBEREM A APROXIMAÇÃO DA POLICIA, OS JAGUNÇOS FUGIRAM DO LOCAL. POR SEGURANÇA, A SEDE DA EMPRESA FOI FECHADA E OS FUNCIONÁRIOS ENVIADOS PARA CASA. O CASO FOI REGISTRADO NO 8º DISTRITO POLICIAL EM SÃO LUIS”, relatou a empresa Lupasa no e-mail denúncia.

0

Candidato a prefeito de Bequimão é acusado de agressão

Visualizar foto na mensagemTrês moradores do município de Bequimão, distante 54 km da capital São Luís, registraram boletim de ocorrência contra o candidato a prefeito do PSDB, César Cantanhede, da coligação “Bequimão de todos nós”. Na Delegacia da Polícia Civil, localizada no município, o tucano foi acusado de agressão, ameaça e difamação. Os casos ocorreram na última sexta-feira (23), na região do povoado Quindíua, durante atos da campanha eleitoral.

Segundo relatou o lavrador Esmeraldo Cantanhede, de 73 anos, o candidato César Cantanhede e os comparsas José Ronaldo Cantanhede Almeida e Vagno Rivelino Mendes (este último com passagem na polícia por tráfico de drogas) invadiram sua residência e o agrediram. José Ronaldo foi o autor principal das agressões, deixando lesões corporais no idoso.

A confusão começou quando um caminhão da empresa que está perfurando um poço artesiano na comunidade Quindíua encostou em um carro de som utilizado na campanha de Cantanhede. O motorista do caminhão, que é morador da cidade de Pinheiro, foi ameaçado e tentou se esconder na casa de Esmeraldo. Quando questionou sobre o motivo da invasão, o lavrador foi empurrado e caiu. O motorista do caminhão, que ainda não registrou a ocorrência, foi espancado dentro da casa do lavrador e ficou com escoriações na cabeça e com dor na região abdominal.

Também registrou ocorrência a moradora do Quindíua, Ildenice Costa Reis, de 37 anos. Ela acusa o tucano de ameaçá-la com arma de fogo. Ildenice contou que estava dançando perto do carro em que estava César Cantanhede e sua mão bateu na porta do veículo. De acordo com a vítima, ele sacou a arma e disse “desgraçada, eu te dou um tiro”. O candidato, filho do ex-prefeito de Bequimão, Leonardo Cantanhede, é policial rodoviário federal.

VINGANÇA

Outra agressão aconteceu contra o líder comunitário Mário Sousa Gusmão, de 47 anos, que rompeu aliança com o candidato nesta campanha eleitoral. Ele transportava passageiros em seu caminhão, pela comunidade Ramal do Quindíua, quando se deparou com uma passeata do candidato César Cantanhede. As pessoas que participavam do ato teriam impedido sua passagem e o próprio candidato do PSDB deu socos no veículo, amassando a lataria. De acordo com o Boletim de Ocorrência, Cesar havia dito que, se Mário passasse novamente pelo local, iria “pegar” a vítima.

O líder comunitário também acusa a servidora pública Joseane Nogueira (esposa do vereador Nestor Nogueira) de difamá-lo em redes sociais, ao acusá-lo de dirigir embriagado e de estar com ameaçar as pessoas da passeata com arma de fogo. Ela também escreveu que ele teria jogado o caminhão para atingir os eleitores de César Cantanhede.

“Eu não merecia isso do candidato da oposição. Esse é o pagamento que ele me deu por ter ajudado ele por muito tempo na política de Bequimão. Mas a resposta o povo é que vai dar dia 2 de outubro nas urnas”, desabafou Mário, durante um comício no Ramal do Quindíua.

0

Wellington do Curso levanta suspeita de “perseguição”

hilux

O deputado estadual e candidato à Prefeitura de São Luís, Wellington do Curso (PP) protocolou nesta quinta-feira (29) na Assembleia, um pedido para que o Poder Legislativo solicite investigação à Polícia Federal sobre uma possível “perseguição” pelas ruas da capital, de uma caminhoneta Hilux, cor preta de placas OJB – 2761.

O ofício foi direcionado ao presidente Humberto Coutinho (PSB), segundo Wellington, além de está sendo acompanhado, também foi fotografado no percusso. O parlamentar quer saber, quem é o ‘paparazzi’, ou alguém que, por ventura, esteja mal intencionado.

Em uma rápida consulta, feita junto ao SINESP ( módulo do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas, o Sinesp (Lei 12.681/2012) não consta a identificação do veículo supracitado.

Nos bastidores políticos, comenta-se que pode ser uma ‘engenharia e/ou ficção eleitoral’. No entanto, é bom fazer uma verificação para dirimir qualquer tipo de dúvida, e todo cidadão tem o direito de saber o que está acontecendo.

2