Após a morte de mais um delegado da PF, associação critica indulto para presos

Resultado de imagem para davi aragãoMorreu nesta segunda-feira (14), o delegado da Polícia Federal Mauro Sérgio Salles Abdo. Ele foi atingido por três tiros durante um assalto a sua residência em São Paulo.

A Associação dos Delegados da Polícia Federal (ADPF) soltará uma nota de pesar pela morte de Abdo e aproveitará para criticar o indulto concedido a presidiários. Isso porque um dos assaltantes, segundo informações divulgadas pela imprensa, recebeu o benefício em razão do Dia das Mães.

No começo do mês, David Aragão, foi assassinado em sua residência na região Metropolitana de São Luís, quando fazia a festa de cinco anos da filha – outro delegado da Polícia Federal, Aragão trabalhava e morava no Maranhão.

Neste caso, um dos três criminosos envolvidos, usava tornozeleira eletrônica, aí fica a pergunta: para que serve mesmo isso???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *