Juíza manda prender José Dirceu

O ex-ministro da Casa Civil José DirceuA juíza federal substituta Gabriela Hardt determinou nesta quinta-feira (17) a prisão do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu (PT).

A magistrada, que substitui o juiz federal Sergio Moro durante viagem dele aos Estados Unidos, tomou a decisão depois de ser notificada oficialmente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) do julgamento que negou o último recurso possível de Dirceu ao tribunal de segunda instância.

O petista será detido para cumprir a pena de 30 anos, nove meses e dez dias de prisão a que foi condenado em um processo da Operação Lava Jato.

Assim como no caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, José Dirceu terá prazo para se entregar à Polícia Federal. Gabriela determinou que ele se apresente à carceragem da PF em Brasília até as 17h desta sexta-feira (18).

Composta por desembargadores da 7ª e da 8ª turmas do TRF4, a 4ª Seção do tribunal negou hoje, por unanimidade, os embargos de declaração movidos pela defesa do ex-ministro contra o acórdão dos embargos de declaração do julgamento em que o tribunal elevou a pena dele de 20 anos e dez meses de prisão para 30 anos, nove meses e dez dias. Os “embargos dos embargos” eram a última possibilidade de recurso de Dirceu na segunda instância.

O extrato da decisão, que autoriza o juiz de primeira instância a determinar a prisão, foi expedido por volta das 18h10 desta quinta-feira. A ordem assinada por Gabriela Hardt foi assinada às 19h16.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *